Procure neste blog

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Dicionário ilustrado do Tucanistão

Clique uma vez na imagem para ampliá-la
E se clicar duas vezes, aparece um PM na sua casa e joga spray de pimenta em você.

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Ocupa Escola

#ocupaescola
#nãovaitersaresp
#nãoàreorganização
#nãotemarrego
#foraalckmin

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Que horas ela volta?

Dona Dirce, atacando de crítica de cinema


segunda-feira, 17 de agosto de 2015

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Osvaldinho comenta


Parceria com a querida Mari Torres

quarta-feira, 22 de julho de 2015

quarta-feira, 15 de julho de 2015

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Medo


Fluminense


Liberdade para Rafael Braga Vieira


Tive a honra de ser convidado a participar com charges para a Campanha Pela Liberdade de Rafael Braga Vieira, preso em 2013 por portar água sanitária e Pinho Sol, em meio a uma manifestação de rua no Rio de Janeiro. Rafael não é black bloc, não é militante e nem participava da manifestação. Rafael foi preso por ser preto e pobre.


Terceirização é...


Manguinhos tem fome de direitos

Ilustração que fiz para a cartilha Manguinhos tem Fome de Direitos, organizada pelo Fórum Social de Manguinhos, disponível na íntegra aqui. A cartilha contou também com as ilustrações de João da Silva, Crocomila e Batata Sem Umbigo.


Puxadinho



sexta-feira, 22 de maio de 2015

Ajuste

Charge produzida para o Sindicato dos Professores de Osasco - Sinprosasco

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Bate panela


Quero ver lavar depois...

Charge feira a partir do comentário do camarada Claudinho sobre o panelaço que a direita coxinha organizou no último dia 05/05/15.

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Pena de Morte

Segunda tira da série feita em parceria com João da Silva

quinta-feira, 23 de abril de 2015

domingo, 12 de abril de 2015

terça-feira, 7 de abril de 2015

sexta-feira, 3 de abril de 2015

quarta-feira, 1 de abril de 2015

segunda-feira, 30 de março de 2015

(Bô)(â)nus

Via Daniel Weber


A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo anunciou o pagamento do maior bônus da história: R$1 bilhão. O que a população não sabe é que a política de bonificações implantada pela Secretaria da Educação do Governo (?) do Estado de São Paulo para supostamente premiar as escolas que alcançarem metas de progresso no IDESP (Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo) é uma enganação. É desculpa para não dar aumentos reais à categoria dosprofessores. Para alcançar bons resultados acadêmicos uma escola precisa de uma equipe integrada, coesa, com recursos e autonomia para criar um ambiente organizado e receptivo aos estudantes, que os instigue ao saber, à cultura e ao convívio saudável. Precisa também de programas que levem esporte e arte às escolas, ampliando o sentido de participação e pertencimento dos estudantes. Não é o que acontece. A verdade é que para muitos professores a escola do Estado é um segundo emprego, um bico estável. Existe uma estrutura burocrática que fragmenta o trabalho, desloca o professor por várias escolas, impedindo-o na prática de integrar uma equipe. Não recebe a jornada do Piso (lei federal que regulamenta o salário e jornada do professor) que lhe garantiria um terço de sua jornada fora de sala de aula para se prepara e qualificar sua prática. Por mais esforçado que seja o professor, se a escola em que está é desorganizada nada poderá fazer para receber seu bônus. O professor tem que se virar em um ambiente cada vez mais sem sentido e hostil e é responsabilizado por algo que não está ao seu alcance nestas condições: fazer uma escola de qualidade.


Grandes revoltas "populares" da História do Brasil


No final, era o caos #3


segunda-feira, 2 de março de 2015